A intolerância cansa sabe… Gente grossa, sem empatia, que não aceita quando alguém se engana. Gente que adora apontar o dedo pra dizer um “se deu mal” e esquece que é parte do mesmo grupo.

As pessoas são egoístas.

Reclamam de ver um “mais do mesmo” mas não ligam de sempre serem iguais, de não mudarem pra melhor, de só falarem de seu próprio umbigo.

Todo mundo tem um porquê das coisas. Todos tecem uma opinião por um motivo pessoal, e dentro de suas justificativas têm sua parte de razão. E não existe no mundo apenas uma opinião, duas ou três… Existem um milhão de variações pra um simples sim ou não.

Vou te contar um segredo: um amigo que concorda com você parece tua alma gêmea mas ele não concorda contigo pelos mesmos motivos, e acredite que o mesmo sim dos dois podem virar coisas totalmente opostas quando conhecidas as razões por detrás. Então… pára de ser chato(a).

Deixa o povo falar porque é bom se expressar! E é da variedade de ideias que a gente tira crescimento, que a gente aprende, que a gente se descobre e descobre os outros. Aprenda a ouvir! E mesmo que não concorde com o outro, considere e respeite o ponto de vista dele.

O mundo é muito grande pra você achar que está sempre certo.

Com cordialidade a gente pode não ganhar aliados mas fazemos amigos.

Aquilo que você for fazer/dizer/reclamar pro seu próximo, antes aplique na sua vida… aí, se der bons resultados, boas mudanças e você perceber que vale a pena, aí sim, com muito amor no coração comesse a disseminar!

Não se espante se você fizer inúmeras reclamações e as pessoas continuarem as mesmas: ninguém aprender de te ouvir falar de atitudes, mas de te ver praticando aquilo que você diz.

 

mais amor por favor

Foto por Andressa Macieira

 

Sobre a Autora
Juliana Cremonine Maquiadora Profissional

Comentar no Facebook

Comentar no Blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *