Crescemos fazendo “amigos”.

Após o primeiro dia de aula, saímos da escola cheio de novos “amigos”.

Na adolescência, vamos à uma festa e adicionamos mais uns 3 ou 4 “amigos”.

Na vida adulta continuamos colecionando esses “amigos”, durante cursos e na faculdade.

Mais a frente, de repente não chamamos mais aqueles que conhecemos de amigos. Eles se tornam “colegas de trabalho”.

Porém, nossas redes sociais ainda os classifica como “amigos”. E, por fim, todos são “amigos”.

A palavra “amigo” foi repetida diversas vezes aí em cima, não!? Ferindo algumas regras de construção de texto, eu sei.

Foi proposital.

Leia as aspas.

Gostaria de mostrar à vocês como a Amizade está banalizada. Tanto quanto o “eu te amo”, eu diria.

Nem todos aqueles que dividem horas de nosso dia são amigos. Não é o tempo nem a convivência; não é a necessidade nem a similaridade que nos fazem amigos uns dos outros.

É o acaso!

Você ganha um amigo – dessa vez sem aspas – de forma despretensiosa. Quando não houver interesse de nenhuma parte, nem carência.

Se amigos nascem na adversidade? Sim! Mas é claro!

Porém a maioria vai nascer de forma natural, sem forçar, sem exigir, sem precisar.

Um grande amigo pode vir de várias formas. Mas os meus vieram assim, sem que eu esperasse.

Vieram num acaso e ficaram. Se tornando pessoas mais que especiais na minha vida.

Vieram em momentos em que eu não procurava. Eu não estava carente, nem com problemas, nem querendo me identificar com alguém.

Assim fica real. Fica verdadeiro. Quando não se há interesse as pessoas se mostram como são. E aí, se vocês se gostam, se gostam. E ponto. E nasce um amigo.

Quero deixar aqui meu carinho e minha homenagem a esse dia tão especial que é seu aniversário.

Você é o dinheiro que eu achei dobrado na rua: Eu não tava procurando mas quando achei descobri que eu precisava!

Você é especial e sei que à você posso chamar AMIGO!

andrea-bassi

Andréa Bassi

Um beijão amiga!!! Feliz aniversário!!!

Sobre a Autora
Juliana Cremonine Maquiadora Profissional

Comentar no Facebook

Comentar no Blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *